top of page
AA_0026_24_BANNER_WEB_SOMBRIO_780x186px.gif
  • Foto do escritorJarbas Vieira

Prefeitos devem agendar nova audiência no governo do Estado



Uma pauta extensa norteou a assembleia ordinária de agosto dos prefeitos da AMESC (Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense). Saúde, educação, assistência social, inovação, segurança pública e movimento econômico foram debatidos na sede da associação nesta quarta-feira (02/08).


O padre, Fábio Fernandes, da paróquia Santo Antônio de Pádua de Sombrio, apresentou aos prefeitos a ação entre amigos que está sendo feita para a compra de um equipamento de hemodinâmica para o Hospital Dom Joaquim e pediu apoio na divulgação e venda dos bilhetes. Explicou que a constante necessidade de salvar vidas por meio deste equipamento, devido a diversas mortes por enfarto, levou a buscar uma solução mais eficiente na comunidade. O equipamento em São Paulo está a venda por R$ 1 milhão, e com o carro de prêmio do sorteio objetiva-se atingir R$ 500 mil com a comercialização dos números, sendo que a doadora deste veículo propôs bancar o mesmo valor dos bilhetes em dinheiro para a compra do equipamento.


Na sequência a SATC Educação apresentou um de seus trabalhos e colocou a instituição a disposição dos prefeitos. Enfatizou o trabalho técnico de Diagnóstico socioambiental e sua importância. O estudo permite, assim, que se defina as larguras das faixas nas áreas de proteção permanentes (APPs) dos rios. Isso tem como base a Lei nº 14.285/2021 e a Resolução CONSEMA 196/2022. A legislação permite então que os municípios definam as APPs que estão em área urbana consolidada, a partir da elaboração do diagnóstico socioambiental. A equipe multidisciplinar, que compreende profissionais do meio físico, biótico e socioeconômico, além de um grupo de cartografia exclusivo para o projeto, realiza o trabalho.


Na área social, foi aprovada a capacitação sobre Escuta Especializada. A assessora em Políticas Públicas da AMESC, Rosangela Paulino Alexandrino, explicou que a escuta especializada é um procedimento de entrevista sobre uma possível situação de violência contra criança ou adolescente, no intuito de garantir a proteção e o cuidado da vítima. Pode ser realizada pelos técnicos capacitados das instituições da rede, formada por profissionais da educação e da saúde, conselhos tutelares, serviços de assistência social, entre outros.


Logo após foi apresentada a segunda edição do Startup Weekend, que é Desbravadores do Vale e irá acontecer em setembro. Araranguá terá a nova edição do Startup Weekend, um evento imersivo para estimular o empreendedorismo, o desenvolvimento de novas ideias e também uma conexão direta com o ambiente de startups. A ação é criada pela Techstars, e terá novamente o apoio da AMESC. Da noite de sexta ao fim da tarde de domingo, os participantes terão oportunidade de tirar ideias reais do papel, aprendendo a fazer isto a partir da metodologia utilizada por startups. Logo na primeira edição o extremo sul apresentou mais ideias que as regiões de Criciúma e Tubarão.


Profissionais ligados a segurança pública também apresentaram a demanda da redução de profissionais no Presídio Regional de Araranguá e a implicação de presos serem soltos. Com a responsabilidade do setor sendo de competência estadual, os prefeitos agendarão audiência no Governo do Estado, para buscar o compromisso do cumprimento das decisões judiciais já realizadas pela Comarca de Araranguá com a finalidade de contratação de profissionais.


O movimento econômico fechou a série de pautas, com a apresentação realizada pelo coordenador do Movimento Econômico da AMESC, Ailson Piva. Apesar das mudanças dos índices trazerem preocupações, o acompanhamento mostra que o extremo sul ainda se mantém em projeção acima da média De Santa Catarina.

Comments


Logo - Sicoob Credija colorida.png
Professoras Jéssica e Kelly.jpg
Toninho.jpg
JM Pavimentação Site Jarbas.jpg
bottom of page