top of page
AA_0026_24_BANNER_WEB_SOMBRIO_780x186px.gif
  • Foto do escritorJarbas Vieira

Passo de Torres debate estratégias e ações para o futuro


Um processo dinâmico e interativo para determinação dos objetivos, estratégias e ações do município. Esses são alguns dos objetivos do Plano de Desenvolvimento Socioeconômico realizado nos 15 municípios do Extremo Sul Catarinense. A cidade de Passo de Torres, localizada na divisa com o estado do Rio Grande do Sul foi a 12ª a fazer parte do lançamento realizado pela Unesc, em parceria com o Sebrae/SC, Associação dos Municípios do Extremo Sul Catarinense (Amesc) e Governos Municipais. O evento ocorreu na noite desta segunda-feira (06/06), no Quinta do Campeiro.


A principal atividade econômica de Passo de Torres, que conta com mais de 17 mil habitantes, é o turismo, seguida da pesca, industrialização de pescados e agropecuária. “Fazer essa parceria é muito importante, principalmente em um município que vislumbra o crescimento. Sem desenvolvimento e planejamento não chegamos a lugar algum. Temos muitos projetos e essas parcerias são essenciais. A construção de excelentes planos envolve a colaboração e a participação de todos”, mencionou o prefeito Valmir Augusto Rodrigues.


A pró-reitora de Planejamento e Desenvolvimento Institucional da Universidade, Gisele Coelho Lopes, que representou a reitora Luciane Bisognin Ceretta, também enalteceu a importância da atividade e fez os participantes refletirem sobre o futuro. “O que é planejar? Significa prever o futuro. E quando fizemos isso começamos a trazer o futuro para o nosso presente. Onde você quer estar em 2033? Planejar o futuro é pensar também como desenvolver essa cidade e desenvolver a cidade é envolver e engajar todos os participantes, todos em um mesmo propósito. O que fazemos hoje e o que temos de melhor?”, indagou a pró-reitora.


Segundo Gisele, a Unesc, como universidade comunitária, tem um grande papel na atuação do desenvolvimento. “Estamos vivendo o melhor momento em que convocamos os gestores a repensar o futuro das cidades e a universidade comunitária está aqui para apoiar o desenvolvimento de cada uma. Entendemos que a metodologia utilizada valoriza a participação popular e vamos levar o que há de melhor. Os desafios serão as grandes oportunidades de projetos futuros. Em novembro voltaremos aqui para entregar o projeto concluído e com a participação das pessoas”, adiantou.


O presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS) Amesc e vice-presidente da Amesc, Almides da Rosa também esteve presente e ressaltou a importância da participação popular. “Este povo está aqui para dividir a responsabilidade para criarmos este importante plano. Essa é uma grande responsabilidade. Temos que pensar regionalmente. Temos que preparar as cidades para bem receber as pessoas e dar melhor qualidade de vida aos moradores”, mencionou.


“Quem ama cuida e quem planta colhe. Hoje é o marco inicial. Estamos plantando hoje para colhermos lá na frente”, complementou o presidente da Câmara de Vereadores, Emerson Cardoso Kjillim.


A coordenadora do Observatório de Desenvolvimento Socioeconômico da Universidade, Melissa Watanabe e o professor Thiago Fabris fizeram a apresentação da metodologia de elaboração do trabalho, que conta ainda com a Consulta Pública e Workshop. Este último, também com a participação de toda a comunidade passotorrense, marcado para o dia 21 de junho, às 14h, de forma online.

Comments


Logo - Sicoob Credija colorida.png
Professoras Jéssica e Kelly.jpg
Toninho.jpg
JM Pavimentação Site Jarbas.jpg
bottom of page