top of page
20336D_BANNER_758-x-187px_menina.gif
  • Foto do escritorJarbas Vieira

Após Paulinho deixar o partido, lideranças do MDB de Ermo flertam com Marquinhos...


Prefeito de Ermo, Paulinho

A saída do MDB por parte do prefeito de Ermo, Paulo Dellavecchia, para filiar-se no PL, deixou arestas que ainda precisam ser aparadas para o próximo pleito. O movimento brusco, e de certa forma antecipado, deixou lideranças do partido incomodadas, já que, oficialmente, a sigla ficou apenas dois anos e meio a frente do Executivo após amargar um período de 16 anos fora do poder.


Pelos planos do prefeito Paulinho, o MDB não estará na majoritária em 2024. A ideia é reeditar a parceria com o vice, Edson 'Bafinho' (PP), mantendo uma coligação forte contra um adversário também forte, o ex-prefeito Marcos Leone, o Marquinhos, que disputou o último pleito pelo PSDB.


Entretanto, nos bastidores, há movimento de emedebistas incomodados com a situação e que estão buscando, justamente, o apoio do ex-prefeito Marquinhos para que o 15 esteja novamente nas urnas. Alguns afirmam até que já conquistaram este apoio.Para o tucano, que foi derrotado por diferenças mínimas em 2016 e 2020, a parceria com o MDB pode ser a senha para quebrar a sequência de insucessos. Obviamente, Marquinhos tenta convencer o partido a apoiá-lo, ofertando a vaga de vice e mais espaços em um eventual governo. Esta negociação tende a seguir por um bom tempo.


Em contato com o site, o prefeito Paulinho disse acreditar que o MDB estará em seu projeto futuro e que a relação com as lideranças do partido é ótima, mesmo após sua saída. Também contatado pelo site, o coordenador regional da sigla, Jonas Souza, afirmou que o MDB tem história no Município e pode projetar um caminho alternativo ao atual prefeito. Porém, inicialmente, a ideia é estar com Paulinho.

Comments


Sombrio saneamento.png
Logo - Sicoob Credija colorida.png
Professoras Jéssica e Kelly.jpg
Toninho.jpg
Dzam.jpg
João Toys.jpg
1103x274_Ceprag (1).png
bottom of page