Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

Turvo sediará a 2ª abertura da Colheita do Arroz em Santa Catarina


Turvo irá abrir oficialmente nesta terça-feira (11), a colheita da safra de arroz 2019/2020 em Santa Catarina. O evento realizado pela Coopersulca em parceria com a Epagri e outras instituições, ocorre a partir das 7h30min. A expectativa dos organizadores é dá presença da vice-governadora Daniela Cristina Reinehr, que juntamente com o presidente da Coopersulca, Arlindo Manenti, do secretário da Agricultura, Ricardo de Gouvêa, presidente da Comissão de Agricultura, deputado Zé Milton e da Presidente da Epagri, Edilene Steinwandter, que às 11h farão a abertura oficial do arroz.

O arroz é a mais importante cultura agrícola de verão do Sul do Estado. A estimativa para a safra 2019/20 é um crescimento de 4,8% na produtividade e de 4,31% do volume produzido, contabilizando mais de 1.1 milhão de toneladas de arroz. “Tivemos muitas conquistas, mas ainda temos muitos desafios no setor, como a redução do custo de produção, ampliar as exportações”, destacou, Zé Milton.

Somente as regiões de Araranguá, Tubarão e Criciúma contam com 2.535 famílias rizicultoras, mais da metade do total de produtores de arroz irrigado do Estado, que chega a 5.030. Os entornos dos três municípios concentram 48, das 66 empresas beneficiadoras de arroz de Santa Catarina.

Jornada Tecnológica

Paralelo à abertura da colheita do arroz acontece 12º Campo Demonstrativo Coopersulca. um dos principais eventos do setor, no qual serão apresentadas novas cultivares e tecnologias nas culturas do arroz, milho, trigo e pastagem. Os participantes vão conhecer os resultados da pesquisa e as recomendações para a safra 2020/2021. Além disso, diversas empresas e instituições parceiras irão expor novidades tecnológicas, produtos e serviços.

Exportações

O arroz se tornou ainda um importante item da pauta de exportações de Santa Catarina. No último ano, o estado embarcou 83,9 mil toneladas de arroz e derivados. Esse volume equivale a US$ 24,7 milhões. Os principais mercados para o arroz catarinense são: Venezuela, Africa do Sul e Trinidad e Tobago.

Valorização do setor

Coordenador da Câmara Setorial da Cadeia Produtiva do Arroz, deputado Zé Milton em 2019 conquistou para o seguimento a inclusão da Farinha de Arroz e do Arroz parbolizado na lista de produtos da cesta básica. Antiga reivindicação do setor a entrada na lista de produtos resultou na redução de impostos sobre o produto e com isto, garantindo mais renda ao agricultor e menor preço ao consumidor final.


Jarbas Vieira 2016
Todos os direitos reservados
Comercial: (48) 3533-3192 / (48) 99966-5326