top of page
  • Jarbas Vieira

Balneário Gaivota é contemplado com projeto para qualidade da água


Balneário Gaivota foi contemplado com o Programa Alternativo de Tratamento de Água ‘Salta Z’. Reuniram-se nas dependências da Secretaria Municipal de Educação, o prefeito Ronaldo Pereira da Silva e representantes municipais de Balneário Gaivota para apresentação do projeto. O sistema é uma parceria firmada por meio de Cooperação Técnica ACT, entre a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) e prefeitura, que através do comprometimento de setores municipais como vigilância sanitária representada pela fiscal sanitarista Taise Serafim Godinho Raupp e secretaria Municipal de Educação mantiveram contato cumprindo os critérios estabelecidos pela Fundação para concorrer com outros municípios a nível nacional.

O referido sistema de tratamento é uma solução simplificada e alternativa para abastecimento de água que visa fomentar o seu controle de qualidade para o consumo humano. O mesmo será instalado na Escola de Ensino Fundamental Albino Bernardino de Melo localizada no bairro Rua Nova, que tem como diretora a professora Eliane Boselli que é uma grande colaboradora do programa e está à frente das atividades escolares.

Por ser uma localidade rural, a instalação do sistema na escola, vem ao encontro de uma necessidade da comunidade, pois um dos objetivos do sistema é evitar o consumo de água humano direto do manancial seja superficial ou subterrâneo, onde a água encontra-se quase sempre imprópria para consumo.

Para implantação utiliza-se filtro de carvão ativado de osso e dosadores. Este equipamento clarifica a água por meio dos processos de floculação, decantação e filtração, destacando a remoção de ferro e manganês durante esses processos. A solução também compreende a fase de desinfecção da água por cloração.

O momento de apresentação do programa aos representantes municipais, segundo a diretora administrativa de Secretaria de Educação, Etel Martins de Oliveira, teve como objetivo promover a construção de uma responsabilidade coletiva sobre algo que será patrimônio público, e que, portanto, deverá ter um processo de funcionamento continuado independente de gestão, que respeite as características epidemiológicas e socioculturais da região onde será aplicado. Para que isso seja possível é necessária uma participação efetiva dos diferentes segmentos sociais.

Nas palavras do prefeito Ronaldo Pereira da Silva, o programa foi uma conquista para a comunidade do campo, e para que esse bem público seja bem aproveitado ele como gestor municipal conta com o apoio de todos os envolvidos e parceiros na perspectiva que o sistema venha suprir uma necessidade da comunidade escolar e através da melhoria da água garantir qualidade de vida para as crianças da comunidade local.


Logo - Sicoob Credija colorida.png
Professoras Jéssica e Kelly.jpg
Toninho.jpg
bottom of page