top of page
Governo Infraestrutura.gif
  • Jarbas Vieira

Moisés não deve nada a Bolsonaro!


Segmentos bolsonaristas de extrema direita passaram a criticar publicamente o governador Carlos Moisés (PSL) por sua falta de alinhamento com o presidente Jair Bolsonaro que está de saída do partido. Em que pese a chiadeira, o governador, que permanecerá no PSL, não deve nada ao presidente. Tanto Bolsonaro, quanto Moisés, foram eleitos por questões conjunturais e, desde a campanha, mostravam ter perfis completamente diferentes. É impossível, agora, cobrar sintonia.

Bolsonaro, que já migrou por algumas siglas, usou o PSL para se eleger. Nunca houve laço ideológico entre ambos. Tanto, que está de partida. Quanto a Moisés, nem em seus melhores sonhos imaginou que governaria o Estado. Foi candidato, inicialmente, apenas para cumprir tabela. Deu sorte ao passar para o segundo turno e ali amealhar os votos da grande maioria. Registre-se que Esmeraldinos, Jessés e Campagnolos, e outros direitistas, que cobram postura do governador, não tiveram disposição de lutar pelo cargo máximo do executivo estadual. Limitaram-se a buscar espaço no Legislativo, aonde com seus nichos eleitorais definidos, o caminho parecia (e foi) bem mais simples.

É bom lembrar também que quando passou para o segundo turno, Moisés pediu o comprometimento explícito de Bolsonaro que, para não perder o voto dos eleitores de Merísio, não se comprometeu de fato com o projeto do bombeiro, fazendo um meio-apoio.

No momento, para o Estado o perfil mais equilibrado de Moisés parece ser o melhor para a atual conjuntura. Entretanto, só isso não é suficiente. É preciso sabedoria para tomar as melhores decisões e isso o governador ainda precisa provar que possui.


Logo - Sicoob Credija colorida.png
Professoras Jéssica e Kelly.jpg
Toninho.jpg
JM Pavimentação Site Jarbas.jpg
bottom of page