Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

Câmara faz sessão em homenagem aos 85 anos da festa Santo Antônio


A Câmara de Vereadores de Sombrio promoveu na quinta-feira, dia 23, uma sessão especial em homenagem aos 85 anos da Festa de Santo Antônio, padroeiro do Município. Presidida pelo vereador Adenir Duarte, o Janga (MDB), a sessão contou com a participação da vice-prefeita, Gislaine Cunha (PR), do comandante da Polícia Militar Luiz Paulo Fernandes, do Padre Antonio Mendes, do vice-presidente do CAEP Cristian Rosa além dos festeiros. Neste ano serão quatro dias de festa 7,8,9 e 13 de junho.

Casais de festeiros (2019)

Paulo Roberto de Oliveira e Maria das Neves Scheffer de Oliveira; Forlan Santos da Silva e Mireli Medeiros Oliveira da Silva; Mariozalen Cardoso da Silva e Jandira de Bona Castelan da Silva; Marcial David “Xixo”Murara e Juliana da Rosa Mengue.

Histórico apresentado na sessão

A comunidade católica foi instalada em 1918, com a implantação, na então Vila de Sombrio, da capela de Santo Antônio. Antes disso, entre 1911 e 1918, há notícias de visitas à Freguesia de Sombrio do Padre Antônio Dias, da Paróquia de Araranguá, município a que pertencíamos e de celebrações que eram feitas em residências de famílias, respectivamente Luiz Antônio da Cunha, Joaquim Antônio da Cunha e, por último, Antônio Inácio da Rosa. Mais tarde em 1934, chega à cidade o Padre João Reitz, que de imediato se inseri na vida da comunidade orientando e participando da realidade da nossa sociedade. Seu lema de ordenação "Agir ‘cristãmente’ no povo através de atividades sociais" é levado a pleno, transformando nossa igreja católica, não apenas em um elo de inspiração espiritual, mas no maior meio promotor do desenvolvimento de toda a nossa sociedade. Isso fica claro em escritos deixados em dezenas de compêndios, grafados à mão e até hoje preservados pela iniciativa de uma valorosa sombriense, Oníria Santos da Rosa. Em todas as áreas a igreja esteve presente e contribuiu: Saúde, educação, economia, desenvolvimento e organização dos agricultores, cultura e até organização estrutural, planejando ações que visavam o futuro e preparando a cidade para os anos que viriam. Nomes de ruas, articulação e instalação de aparelhos e instrumentos vitais para a vida do povo, como escola, hospital, cinema, associação rural, enfim, ao longo dos últimos 85 anos a igreja católica foi decisiva e fundamental para o desenvolvimento integral da nossa sociedade. Também, em 1934, deu-se a realização da primeira festa do padroeiro, Santo Antônio de Pádua, que teve como festeiro o Senhor Pedro Silvano dos Santos, que hoje tem uma efetiva, participativa e grande descendência, cuja inserção na vida comunitária se dá de forma concreta com homens e mulheres que se doam pela sua comunidade, como quando em 1934, Pedro Silvano assim o fez.


Jarbas Vieira 2016
Todos os direitos reservados
Comercial: (48) 3533-3192 / (48) 99966-5326