top of page
SEG_0001_24AT_GOOGLE-ADS_758x187_SUL (1).gif
  • Jarbas Vieira

Aumento de ICMS irá penalizar pequenos suinocultores catarinenses


Os prejuízos na suinocultura resultantes dos decretos do Governo, que aumenta o ICMS incidente sobre produtos básicos de 7% para 12%, foi o motivo do encontro do deputado estadual Zé Milton (PP) com o presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suíno, Losivanio Luiz de Lorenzi, na manhã desta quarta-feira (13). Losivanio explicou ao parlamentar que os decretos do governo irão prejudicar os criadores catarinenses, que atualmente pagam 6% na alíquota de ICMS cobrado na comercialização de suínos vivos para outros estados. “Hoje a nossa tributação é a mesma do Rio Grande do Sul, caso os decretos do Governo entrem em vigor, vamos perder a competitividade com o nosso estado vizinho”, informou Losivanio. Santa Catarina comercializa mais de 1 milhão de suínos/ano, isto, segundo o presidente, devido a redução para 6% na alíquota de ICMS cobrado na comercialização de suínos vivos para outros estados, concedida em 2018 e prorrogada até março deste ano. “Se o Governo não revogar os decretos, estará decretando a falência da suinocultura catarinense, assim como de outros setores”, declarou Zé Milton.


Logo - Sicoob Credija colorida.png
Professoras Jéssica e Kelly.jpg
Toninho.jpg
JM Pavimentação Site Jarbas.jpg
bottom of page