foto_site_menor_cópia.gif
Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

Mesmo com a saúde em 100%, Bolsonaro não deveria participar do debate!


O último debate tradicionalmente promovido pela Rede Globo, ainda detentora de uma audiência monstruosa em todo o País, já foi decisivo para muitas eleições. Hoje em dia, sua relevância diminuiu, mas não pode ser desprezada. Nesse sentido, a ausência do líder das pesquisas, Jair Bolsonaro (PSL), deve ser comemorada pelos apoiadores de sua campanha. Primeiro, porque ela tem uma justificativa plausível: a recomendação médica do pós-operatório. Segundo, porque na condição de liderança em que se encontra, a melhor estratégia é não participar do debate com tantos candidatos. Seria o alvo da maioria e outros presidenciáveis já fizeram o mesmo, em eleições anteriores. Terceiro porque Bolsonaro calado é um poeta, parafraseando o ex-jogador Romário, candidato ao governo do Rio de Janeiro pelo Podemos. Pressionado, poderia cometer algum deslize, ou, ratificar sua falta de conhecimento sobre os diversos temas e responsabilidades que permeiam o cargo. Por isso o melhor é assistir de camarote e torcer para liquidar a fatura no próximo domingo. Num eventual segundo turno, já recuperado, e contra apenas um candidato, sua ausência nos debates não será tolerada.


Fabrica de Sonhos
Fabrica de Sonhos

press to zoom
construshop.jpg
construshop.jpg

press to zoom
Fabrica de Sonhos
Fabrica de Sonhos

press to zoom
1/2
Duzcara
Duzcara

press to zoom
Sombrio saneamento
Sombrio saneamento

press to zoom
Duzcara
Duzcara

press to zoom
1/2
Anuncio Câmara.jpg