foto_site_menor_cópia.gif
Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

“O PSD vai se tornar um partidinho pequeno”!


A frase forte do título acima, a respeito do partido que comandou o Estado nos últimos sete anos e tem o segundo maior número de prefeitos eleitos, não foi dita por nenhum adversário. Pelo contrário, ela é de autoria de uma liderança ativa do partido ao avaliar o momento do PSD, após a licença (e posteriormente a renúncia) do governador Raimundo Colombo em favor do vice, Eduardo Pinho Moreira (MDB). O eminente racha do PSD, com uma ala (time do governador) migrando para o DEM, para compor com o MDB, e outra disposta a bancar candidatura (time do Merísio), ou, compor com PP e PSDB é o ponto chave do desfecho. “O partido cresceu, porém, sem base, sem projeto, e agora deve cair vertiginosamente”, comentou a liderança que, por razões óbvias, pediu para não se identificar.


Construshop_cópia
Construshop_cópia

press to zoom
Construshop_cópia
Construshop_cópia

press to zoom
1/1
Revestir Jaison 2
Revestir Jaison 2

press to zoom
Sombrio saneamento
Sombrio saneamento

press to zoom
Revestir Jaison 2
Revestir Jaison 2

press to zoom
1/2
Anuncio Câmara.jpg