foto_site_menor_cópia.gif
Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

Morro Grande: Lideranças pedem mais prazo a JBS para buscarem uma solução


Uma comissão formada por deputados do Sul e prefeitos da Região Carbonífera e do Extremo-Sul Catarinense esteve reunida com o vice-governador Eduardo Moreira (PMDB) para debater ações com o objetivo de evitar o fechamento da Unidade de Abate de Frangos da JBS, em Morro Grande. No encontro foi feito um contato telefônico com o diretor administrativo-financeiro da empresa, Ivo Dreher, que irá se reunir com os prefeitos e com o vice-governador na próxima semana. Como ação emergencial as lideranças pretendem que seja estendido o funcionamento da empresa e com isto ganhar tempo hábil para encontrar uma solução para o não encerramento das atividades da unidade. Caso a reunião não ocorra, Moreira sem comprometeu em na próxima terça-feira, dia 5, ir até a sede da empresa, aproveitando uma agenda que terá em São Paulo. “Vamos otimizar o tempo a nosso favor para encontrarmos uma solução para o não encerramento das atividades”, declarou o vice-governador.

O que disseram as autoridades

Deputado estadual Zé Milton (PP): “Há toda uma cadeia produtiva na região que será fortemente impactada. Neste encontro com o Ivo precisamos emergencialmente conseguir que haja um adiamento na decisão de parar as atividades em Morro Grande. Já temos algumas ações elencadas da reunião na AMESC, mas neste encontro devemos debater com eles que são técnicos e conhecem bem o funcionamento da cadeia produtiva sugestões para mantermos o funcionamento da Unidade de Abate”.

Deputado estadual Manoel Mota (PMDB): "Junto com o Governo do Estado, vamos buscar encaminhamentos para que possamos reverter esta situação da melhor forma possível. Temos boas perspectivas e vamos trabalhar na negociação com a empresa".

Secretário regional Heriberto Schmidt (PMDB): “Um grande passo foi dado. Esperamos que a empresa reconsidere este prazo de fechamento anunciado para outubro, e aguardamos em conjunto buscar uma possível alternativa. Estamos preocupados com esta grande perda para a região, porque a avicultura é uma das atividades que mais traz retorno de ICMS aos Municípios”.

Valdo Rocha, prefeito de Morro Grande e presidente da Amesc: “Queremos manter os empregos e toda cadeia produtiva. Repassamos ao vice-governador a importância de uma empresa deste porte aqui no sul, que movimenta R$ 183 milhões e representa 87% da riqueza de Morro Grande. Esperamos que juntos, possamos encontrar uma saída”.


Construshop_cópia
Construshop_cópia

press to zoom
Construshop_cópia
Construshop_cópia

press to zoom
1/1
Revestir Jaison 2
Revestir Jaison 2

press to zoom
Sombrio saneamento
Sombrio saneamento

press to zoom
Revestir Jaison 2
Revestir Jaison 2

press to zoom
1/2
Anuncio Câmara.jpg