foto_site_menor_cópia.gif
Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

Equívoco leva grande público a sessão da Câmara de Sombrio


Um grande público lotou “em vão” o plenário da Câmara de Sombrio. A multidão, formada por representantes das igrejas católica e evangélica, e da comunidade escolar, se fez presente por conta do Projeto de Lei 027, de autoria do vereador Vilmar Daminelli (PP), que visa restringir a discussão sobre gênero sexual as famílias, e não no ambiente escolar. O problema é que o projeto não está na pauta da sessão desta segunda-feira, dia 28. Sua apreciação será feita primeiro na reunião das comissões da próxima quinta-feira, dia 31, para depois ser definida a data de votação. O presidente da Casa, vereador Nego Gomes (PMDB), quebrou o protocolo e anunciou logo no início dos trabalhos que a matéria não estava em pauta. Em ato contínuo, convidou as lideranças interessadas (padres, pastores, representantes das escolas) para comparecerem na quinta-feira. Após a explicação, uma parte considerável do público deixou o plenário. Mesmo assim, a sessão continuou com boa presença da população. Na visão de Vilmar, autor do projeto, a questão do gênero sexual, deve ser debatida internamente, no seio familiar, sem a interferência das escolas e influências externas. Já os professores e apoiadores alegam que não o assunto não pode ser motivo de censura e sim debatido em sala de aula, num ambiente sadio, livre de preconceitos. Desde o anúncio do projeto, a polêmica está formada.


Sombrio saneamento
Sombrio saneamento

press to zoom
Fabrica de Sonhos
Fabrica de Sonhos

press to zoom
construshop.jpg
construshop.jpg

press to zoom
Sombrio saneamento
Sombrio saneamento

press to zoom
1/3
Ortobom
Ortobom

press to zoom
Fazae
Fazae

press to zoom
Ortobom
Ortobom

press to zoom
1/2
WhatsApp Image 2022-12-01 at 10.41.47.jpeg