foto_site_menor_cópia.gif
Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

Os pedidos de impeachment contra o governador Colombo


O voo cruzeiro que o governador Raimundo Colombo (PSD) fazia em seu segundo mandato foi fortemente abalado pelas delações da Operação Lava-Jato. Primeiro apareceu na lista da Odebrecht, caso que estava perto de cair no esquecimento. Mas, veio a delação do grupo JBS que o colocou novamente no rol dos beneficiados com dinheiro de caixa 2 para a campanha. Além de perder um homem de sua extrema confiança, o secretário da Fazenda Antonio Gavazzoni (PSD) que pediu exoneração do cargo, o governador viu nesta semana cerca de 30 pedidos de impeachment baterem na porta da Assembleia Legislativa. Um deles, patrocinado pelo PSOL, parece mais encorpado e conseguir ser protocolado na Assembleia Legislativa. Porém, sem fatos novos, dificilmente irá seguir a plenário. O PP atualmente comanda a Casa Legislativa com o deputado Silvio Dreveck. É ele quem decide se o processo segue para tramitação. Além de prejudicar um aliado político, o PP teria relativa desvantagem num processo como esse já que o vice, Eduardo Moreira (PMDB), poderia assumir o governo antecipadamente. De qualquer forma, por si só, o assunto já gera um desgaste para o governador e seu projeto de candidatura ao Senado. Por isso a ordem no Governo do Estado é trabalhar e tentar abafar a crise política com ações administrativas.


Construshop_cópia
Construshop_cópia

press to zoom
1/1
Revestir Jaison 2
Revestir Jaison 2

press to zoom
Sombrio saneamento
Sombrio saneamento

press to zoom
1/2
Anuncio Câmara.jpg