Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

A greve do Hospital Dom Joaquim


Funcionários do Hospital Dom Joaquim de Sombrio deflagraram greve nesta quinta-feira, por tempo indeterminado. De acordo com o SindiSaúde, os 28 trabalhadores estão com três meses de atraso de salários e férias não pagas. A vice-presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Saúde de Criciúma e Região (Sindisaúde), Zenair Cauduro, explica que será mantido os 30% de atendimento previsto em lei. A direção do ISEV informa que são poucos os funcionários que aderiram à greve. Às 17 horas será realizada uma assembléia onde será feita uma proposta, com um cronograma para a quitação dos vencimentos atrasados. Ainda segundo o ISEV, estão atrasados a segunda parcela do 13º, 20% do vencimento de janeiro e o vencimento de fevereiro. A diretora Luciane Sperling afirma que o Governo do Estado não paga os incentivos desde setembro. A produção (do valor que foi contratualizado) de dezembro também não foi paga. Para aumentar as dificuldades, a nova norma do Tribunal de Contas afetou o fluxo do convênio com a prefeitura de Sombrio. Antes, a prefeitura pagava e depois havia prestação de contas da produção. Agora é preciso que primeiro haja a produção para depois liberar o pagamento. Sendo assim, o valor de fevereiro será quitado no dia 10 de março, conforme exige a lei. O ISEV também se recente da falta de convênios com as demais prefeituras da região.


Jarbas Vieira 2016
Todos os direitos reservados
Comercial: (48) 3533-3192 / (48) 99966-5326