Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

A importância de uma representação regional


O Projeto de Lei 564/2015, de autoria do deputado Manoel Mota (PMDB), que estabelece que as empresas produtoras de mandioca no Estado poderão denominar como polvilho azedo apenas o amido resultante de processo de fermentação natural e secagem ao sol, foi uma conquista dos produtores do extremo-sul. Sua aprovação atende uma reivindicação da categoria que estavam perdendo mercado para as grandes indústrias que não produzem o polvilho azedo verdadeiro, cujo processo natural leva em torno de 90 dias para ficar pronto. O resultado mostra a importância de a região estar representada na Assembleia Legislativa. Certamente, se não houvesse deputados do extremo-sul, os produtores locais teriam dificuldades para aprovar uma Lei desse porte. Em 2017 haverá um novo pleito. É importante que as lideranças e os eleitores do Vale estejam em sintonia para o lançamento de candidaturas viáveis, que possam fazer o extremo-sul manter, ou, até mesmo ampliar seus espaços no Poder Legislativo estadual e federal.


Jarbas Vieira 2016
Todos os direitos reservados
Comercial: (48) 3533-3192 / (48) 99966-5326