Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

O destino do vice-prefeito Daminelli!


Terminada a eleição, especula-se em Sombrio qual será o destino do vice-prefeito Valmir Daminelli (PSD). Fragilizado politicamente com a saída de um grupo importante de lideranças do PPS para o PSB, em 2015, Daminelli rompeu com o prefeito Zênio Cardoso (PMDB) ao saber que a dobradinha terminaria naquele ano. Com isso, subiu no palanque da oposição, fez campanha para Gilberto Oliveira (PP), afirmando que não teve as condições prometidas para desempenhar um bom trabalho a frente da agricultura. Em sua carreira política, Daminelli contabiliza uma votação recorde para a Câmara de Vereadores, com 1.336 votos em 2004 pelo PP, e uma eleição para vice-prefeito, em 2012, pelo PPS. Em 2016 tentou, sem sucesso, obter o apoio dos progressistas para uma candidatura a prefeito. Quando seu mandato terminar terá a opção de reassumir sua função com engenheiro agrônomo do Município, cumprindo horário, ordens e com pouco tempo para a atividade política. Porém, há quem aposte que ele deva mesmo assumir um cargo de assessoria do PSD. No gabinete do deputado estadual José Nei Ascari (PSD), Mack Citadin, eleito vice-prefeito de Praia Grande, deve abrir uma vaga para a região. Porém, a possibilidade maior é de ele figurar no gabinete do deputado Ricardo Guidi (PSD), com quem tem mais sintonia. A questão impeditiva é a falta de espaço. Guidi já tem 22 funcionários comissionados lotados em seu gabinete. Alguém terá que sair para ele entrar. Seja qual for a decisão, é notório que a carreira política até então vitoriosa do vice-prefeito andou para trás. Caberá a ele batalhar pelo espaço perdido.


Jarbas Vieira 2016
Todos os direitos reservados
Comercial: (48) 3533-3192 / (48) 99966-5326