Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

Prefeitura de Gaivota diz que nota do ISEV é mentirosa!


O imbróglio entre ISEV e Prefeitura de Balneário Gaivota continua. Depois da nota do ISEV explicando os motivos da suspensão do atendimento de saúde básica, o governo do Município apresentou seu contraponto, também através de nota:

Nota de esclarecimento

Em virtude dos questionamentos a respeito dos repasses do Governo Municipal de Balneário Gaivota ao Hospital Dom Joaquim Instituto ISEV da cidade de Sombrio, viemos através desta nota esclarecer os fatos.

Inicialmente cumpre ressaltar que o município de Balneário Gaivota sempre prestou atendimento básico da saúde, inclusive atualmente ampliou o horário de atendimento do posto de saúde central, passando a atender até as 22 horas.

Quanto ao convênio realizado com o ISEV para atendimento de moradores do Município no Hospital Dom Joaquim, o Governo Municipal sempre cumpriu com a sua obrigação, porém os repasses foram suspensos quando o instituto ISEV deixou de apresentar a prestação de contas na forma exigida pela Lei, sendo que só podem voltar a acontecer assim que a prestação de contas for regularizada.

O ISEV sempre soube que a suspensão do repasse se deu por sua culpa exclusiva, tanto é que manteve o atendimento enquanto tentava regularizar as contas junto a contabilidade municipal.

Apesar das diversas oportunidades que a administração deu para o Instituto regularizar suas contas, até a presente data as contas não foram regularizadas.

Por não regularizar suas contas na forma da Lei, o ISEV veio então a publicar nota MENTIROSA com a intenção de manipular a opinião pública e assim encobrir suas irregularidades, querendo forçar a manutenção de um convênio que encontra-se suspenso por força de Lei.

O que deve ficar claro para a população é que o convênio com o Hospital Dom Joaquim – ISEV e o município de Balneário Gaivota não esta ocorrendo por falta de regularização da prestação de contas e não por desejo da administração do município. Tanto é que há na previsão orçamentário do ano de 2016 recursos para a manutenção, que só não ocorre pela irregularidade das contas apresentadas pelo Instituto.

Outro ponto que é importante deixar claro é que o Hospital deve sim realizar atendimento para qualquer cidadão no caso de URGÊNCIA E EMERGÊNCIA, pois tem convênio com o Estado de Santa Catarina que os obriga a prestar estes atendimentos.

Toda instituição que conveniar com órgãos públicos tem o dever de prestar suas contas em dia e na forma que a Lei exige, a prestação de contas do ISEV – HDJ junto ao município de Balneário Gaivota não é transparente e afronta o que foi firmado em contrato e a legislação.Na prestação de contas há inclusive demonstrativos de depósitos em contas de cargos da direção do Instituto.

Sendo assim, REPUDIAMOS a nota de teor falso e coibidora do ISEV, pois não tratou mais uma vez com transparência nas suas ações, tentando colocar inverdades para população. O governo municipal de Balneário Gaivota continua de portas abertas, aguardando a regularização da prestação de contas da instituição, esperando também que a mesma passe a portar de forma idônea e se pronunciando com a verdade.


Jarbas Vieira 2016
Todos os direitos reservados
Comercial: (48) 3533-3192 / (48) 99966-5326