Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

Zezinho: “Seguramos a votação das contas do Professor Jusa por 65 dias”.


Vereador José Antonio da Silva, o Zezinho (PSB), fez um longo desabafo na tribuna da Câmara de Vereadores de Sombrio. O parlamentar respondeu a uma postagem no facebook que, segundo ele, o acusava de ter abandonado sua família, no caso o Partido Progressista. Em sua fala Zezinho lembrou das ações da bancada que nunca tiveram respaldo das lideranças do partido, em especial do deputado estadual Zé Milton. Garantiu que os votos dados pelo PP para a presidência dos vereadores Daniel Palito (PSB) e Ademir Cardoso, o Dimi (PSD), serviram para garantir que o suplente Vilmar Daminelli (PP), que perdeu a vaga para o próprio Zezinho por um voto em 2012, continuasse a ocupar o cargo de assessor parlamentar. “O partido nos pediu isso, porque era importante que o Vilmar Daminelli, hoje candidato, continuasse aqui na Câmara. Só que aí, quando votamos em favor do Daniel, ou do Dimi, recebemos muitas críticas dos nossos militantes e ninguém do comando do partido nos defendia”, lembrou. Outro fato comentado foi relativo a votação das contas do ex-prefeito Professor Jusa (PP), rejeitadas pela Casa. “O projeto chegou aqui em regime de urgência. Nós conseguimos convencer o presidente a segurá-lo por 65 dias. Esperávamos que nesse intervalo o Jusa, que é meu amigo, conseguisse reverter à condenação. Nós o ajudamos aqui, porém, lá em cima, não o ajudaram. Estive junto até o que o último prego do caixão fosse pregado”, citou, fazendo outra referência ao deputado Zé Milton.


Jarbas Vieira 2016
Todos os direitos reservados
Comercial: (48) 3533-3192 / (48) 99966-5326