Política e informações da região com credibilidade
  • Jarbas Vieira

As concessões e a coligação de PP, PSD e PT em Sombrio


Algumas pessoas manifestaram surpresa com a notícia de que o PT de Sombrio estará novamente com PP e PSD em mais uma eleição municipal. Havia dois argumentos dos que duvidavam da reedição da aliança. Do lado dos progressistas a mágoa com relação ao voto do Professor Marcello (PT) pela rejeição das contas do ex-prefeito Professor Jusa (PP). Esperavam pelo menos uma abstenção, como fez o vereador Daniel Bitencourt Cardoso, na época no PPS. Já para alguns simpatizantes do PT imperava a tese da candidatura própria, até como retaliação aos votos do PP, PMDB e outras siglas a favor do impeachment da presidenta Dilma Roussef (PT) que resultará em sua saída na próxima semana. Porém, as lideranças envolvidas deixaram os ruídos de lado afim de construírem uma nova parceria. Presidente do PP, Jusa deixou o episódio de lado, até porque só o voto de Marcello não lhe garantiria a aprovação das contas. Também contou a favor a esperança de ser novamente candidato e o apoio dos petistas, com que mantém boa relação, é importante. Já o PT sombriense, oficialmente, nunca se engajou com afinco na defesa do mandato da presidenta Dilma e, portanto, não iria municipalizar os problemas com as demais siglas. Tirando algumas manifestações nas redes sociais, o tema impeachment passou longe, em especial, das falas do vereador Marcello Areão, a voz do partido na tribuna da Câmara de Vereadores. Com estas concessões, a coligação saiu ao natural!


Jarbas Vieira 2016
Todos os direitos reservados
Comercial: (48) 3533-3192 / (48) 99966-5326